Pele fossilizada mais antiga do mundo encontrada em caverna nos Estados Unidos

Uma dupla de pesquisadores encontrou os pedaços de pele fossilizados mais antigos conhecidos. Os achados datam de um período anterior aos dinossauros e pertencia a algum réptil desconhecido.

  • Os fósseis datam de cerca de 288 milhões de anos antes atrás, no Paleozoico que aconteceu entre 539 a 252 milhões de anos atrás
  • O achado foi feito no sistema de cavernas calcárias Richards Spur, em Oklahoma, nos Estados Unidos;
  • Além da pele fossilizada foram encontrados outros sete moldes de pele no local.

A descoberta foi feita pelos paleontólogos amadores, Bill e Julie May, e é impressionante e rara. Isso porque a pele não fossiliza bem, exceto em condições perfeitas. Os pesquisadores acreditam que o lagarto caiu na caverna, e a combinação de baixa oxigenação, sedimentos de argila e óleo infiltrado fizeram com que sua pele fosse preservada.

Os animais teriam caído neste sistema de cavernas durante o início do Permiano e sido enterrados em sedimentos argilosos muito finos que atrasaram o processo de decomposição. Mas o mais importante é que este sistema de cavernas também foi um local ativo de infiltração de petróleo durante o Permiano, e as interações entre os hidrocarbonetos no petróleo e no alcatrão são provavelmente o que permitiu que esta pele fosse preservada.

Ethan Mooney, estudante de graduação responsável por estudar o espécime e a caverna, em comunicado

Apesar disso, essa foi a única parte do animal que foi fossilizada, um pedaço de pele do tamanho de uma unha. Nenhum osso ou dente do animal foi preservado, impossibilitando que ele fosse identificado.

Pele de répteis

O pedaço de pele fossilizado, de acordo com os pesquisadores, pode ser associado à pele de um ornitorrinco, combinando características de diferentes espécies vivas atualmente. Ela possui uma superfície de pedregulho como a de crocodilos e seções articuladas como a de cobras e lagartos sem pernas.

Embora não seja possível identificar a espécie exata de réptil, Mooney aponta que a descoberta mostra quão antigos são os aspectos da pele dos répteis modernos, podendo “enriquecer a nossa compreensão e percepção destes animais pioneiros”.

Além disso, o sistema de cavernas onde a pele foi encontrada mostrou-se ser a fonte mais rica do mundo de fósseis paleozoicos terrestres, preservando inclusive impressões de pele na rocha.

 

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/2024/01/12/ciencia-e-espaco/pele-fossilizada-mais-antiga-do-mundo-encontrada-em-caverna-nos-estados-unidos/

Deixe seu comentário