Covid-19: bebês podem se proteger através de amamentação de mãe vacinada com CoronaVac

O Instituto Butantan, responsável pela fabricação de distribuição da vacina contra a Covid-19, CoronaVac, juntamente com a farmacêutica chinesa Sinovac, afirmou que mães vacinadas com o imunizante passam anticorpos para seus filhos através da amamentação.

“Eles [anticorpos] vão passar através do colostro para o bebezinho, por isso é importante e a gente sempre falar que as mães devem amamentar, porque é o primeiro coquetel concentrado para proteger todas as mucosas do bebê, e que segue para o leite”, afirmou a pesquisadora e liderança científica do Instituto Butantan, Denise Tambourgi.

A pesquisadora ainda relata que a mãe vacinada passa os anticorpos para o bebê e isso poderá protegê-lo ao menos pelo período em que ele ainda está amadurecendo o sistema imunológico.

A proteção por anticorpos provenientes da amamentação de mães vacinadas com a CoronaVac já havia sido alvo de pesquisa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), na qual foi concluído que as crianças ficam protegidas durante quatro meses.

mulher amamentando sentada na cama
Covid-19: bebês podem se proteger através de amamentação de mãe vacinada com CoronaVac. Imagem: Shutterstock

O estudo foi realizado com 20 funcionárias que foram imunizadas entre janeiro e fevereiro de 2021. Os pesquisadores recolheram nove amostras do leite materno, antes da imunização, quatro vezes depois da primeira dose e três vezes após a segunda dose, com intervalos de sete dias e quatro meses após a vacinação.

Foi possível constatar que os níveis de anticorpos do leite materno ainda estavam altos quatro meses após a vacinação. Os auges da produção de anticorpos se deram na segunda semana após a primeira dose e na quinta e na sexta semana após a segunda dose.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/2021/12/21/coronavirus/covid-19-bebes-podem-se-proteger-atraves-de-amamentacao-de-mae-vacinada-com-coronavac/