Fundo do Google investe em 12 startups brasileiras com fundadores ou líderes negros

O Google for Startups Brasil, um projeto de empreendedorismo focado em empresas de pequeno porte, anunciou nesta quarta-feira (9) um novo investimento em doze startups tupiniquins com líderes ou fundadores negros.

Segundo o Google, sete empresas da lista têm mulheres ocupando cargos de liderança.

Em nota, André Barrence, o diretor do Google for Startups na América Latina diz que é um “orgulho inenarrável” que essa nova leva de investimentos conte com “tamanha representatividade feminina no afroempreendedorismo”, ajudando a reforçar o comprometimento do Google “com a diversidade e a igualdade”.

O aporte foi efetuado pelo Black Founders Fund, um fundo criado pela gigante de buscas no ano passado para impulsionar o afroempreendedorismo no país.

As companhias selecionadas foram: Akintech, Banco Afro e Conta Black, do setor financeiro; Barkus e Financier, de educação; Mooba do varejo; Clube da Preta, Fluke, GoPhone, iBench, Movimento Black Money e Wolo. O valor total do aporte financeiro não foi revelado.

Desde o lançamento em setembro de 2020, o Black Founders Fund, com fundo inicial de R$ 5 mi, já investiu em 29 startups e tem a previsão de encerrar os aportes em março de 2022.

Barrence finaliza acrescentando que os aportes do Black Founders Fund visam selar o compromisso do Google em “promover um ecossistema cada vez mais diverso e igualitário” no mercado de investimentos nacional.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/2021/09/09/pro/fundo-google-investe-startups-brasileiras-fundadores-lideres-negros/

Deixe seu comentário