Intel cria notebook para ajudar as pequenas fabricantes de PCs

A Intel anunciou o lançamento de um notebook feito para ajudar as pequenas fabricantes a competir no mercado de computadores portáteis. Oficialmente conhecido como Intel NUC M15 (e internamente chamado “Bishop County”), o portátil é uma plataforma comum que pode ser customizada por um fabricante, que irá vendê-lo com sua própria marca.

O NUC M15 é um notebook com tela de 15,6″ que tem 15 mm de espessura e pesa apenas 1,7 Kg. O chassis em alumínio, estará disponível nas cores “Shadow Gray” (cinza) e “Midnight Black” (preta). Um grande trackpad de vidro fica abaixo do teclado. Nas laterais há duas portas USB 4 Tipo C / Thunderbolt 4 (que também servem para carregar a bateria), duas portas USB A, conector para fones de ouvido e uma porta HDMI.

O coração da máquina será um processador Core i5 1135G7 ou Core i7 1165G7, ambos da 11ª geração da família Core, acompanhado de 8 ou 16 GB de RAM soldada na placa e não atualizável. Uma bateria de 73 Watt/hora garante “até 16 horas” de uso, segundo a Intel. Os gráficos ficam a cargo de uma GPU Intel Xe integrada. O armazenamento será configurado pelos fabricantes.

Reprodução

Detalhe da lateral do Intel NUC M15. As portas USB C podem ser usadas para recarregar a bateria. Foto: Intel

A Intel afirma que, embora não seja leve oficialmente a marca Evo (segunda geração do que era conhecido como “Projeto Athena”), o NUC M15 foi projetado para atender ou exceder a todos os requisitos de desempenho do programa, e os fabricantes poderão submeter suas configurações individuais para certificação.

Quanto ao preço, a expectativa é que nos EUA um notebook baseado no NUC M15 custará entre US$ 999 e US$ 1.499, dependendo da configuração e do fabricante. As primeiras máquinas devem chegar ao mercado por lá no início de 2021. Ainda não temos informações sobre a disponibilidade das máquinas no Brasil.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/intel-cria-notebook-para-ajudar-as-pequenas-fabricantes-de-pcs/110417

Deixe seu comentário