8 dicas para você melhorar o sinal de sua rede Wi-Fi

Ao estar trabalhando de casa é quase inevitável que você acabe utilizando uma rede Wi-Fi em seu celular ou notebook para se conectar à internet. Apesar da comodidade oferecida pelo Wi-Fi de não ter que usar nenhum fio, a verdade é que muitas vezes você pode enfrentar alguns problemas de instabilidade com o seu sinal.

Por outro lado, felizmente, existe uma série de dicas que podem ser utilizadas para melhorar a qualidade do seu sinal Wi-Fi em casa. Assim, separamos algumas das principais técnicas para você melhorar o seu sinal Wi-Fi.

Como verificar a velocidade de sua conexão

Ao utilizar o celular ou o notebook um pouco mais distante de seu roteador, a velocidade dele geralmente fica abaixo do máximo que a sua conexão fornece. A primeira dica de nossa matéria não ajuda a melhorar o sinal, mas é uma boa técnica para fazer a medição de velocidade dele e saber ele está ou não oscilando.

Para realizar tal tarefa, a melhor opção é recorrer a aplicativos ou sites que devem ser executados em seu PC ou celular quando conectados ao Wi-Fi. A nossa recomendação fica para esses dois serviços:

  • Speedtest – Site / Android / iPhone
  • Simet – Site / Android / iPhone

Encontrar o melhor local para o roteador

Como foi explicado acima, quanto mais longe você está de seu roteador, maior a possibilidade de você ter um sinal pior e consequentemente uma velocidade mais baixa. Assim, antes de ligar e conectar o seu roteador a internet, você deve procurar deixá-lo ao menos em um local próximo de onde você passar a maior parte de seu tempo.

Aqui, vale lembrar, é sempre bom evitar deixar o roteador perto de outros equipamentos que possam trabalhar na mesma frequência que ele. Então, procure mantê-lo longe de itens como micro-ondas, telefones sem fio. Além destes itens, também é bom evitar deixá-lo perto de lugares com muito encanamento, geladeiras, micro-ondas e até paredes grossas, que dificultam a passagem do sinal.

Encontrar o lugar com o melhor sinal

Além da tarefa acima, é claro, você também pode realizar o processo inverso, ou seja, o local onde o sinal está funcionando melhor. Para isso, não basta olhar apenas as barras do sinal Wi-Fi no seu notebook ou celular, mas você pode recorrer a um app como o Cloudcheck, que está disponível para Android e iOS (sistema do iPhone).

Para obter mais informações de como este aplicativo funciona e encontrar o local com o melhor sinal em sua casa, acesse este tutorial do Olhar Digital para descobrir onde o Wi-Fi pega bem em sua casa.

Utilizar o melhor canal

Todas as redes Wi-Fi dependem de um canal para funcionar, que na prática, não aparece para os usuários que já estão conectados. Entretanto, selecionar um canal menos congestionado para a sua rede Wi-Fi é uma prática para evitar que ela fique sujeita a interferências.

Assim, o que você pode acabar fazendo é utilizar o seu celular para descobrir qual o melhor canal para a sua rede. Neste tutorial do Olhar Digital, você confere como encontrar o melhor sinal Wi-Fi e como configurá-lo em seu roteador.

Para serviços pesados opte por uma rede de 5GHz

A maioria dos roteadores atuais possuem suporte a redes dual band, que dizem respeito a frequência em que seu sinal Wi-Fi trabalhará. Enquanto as redes 2.4 GHz possuem um alcance maior, as redes 5 GHz estão perdem menos pacotes, estão sujeitas a menos interferências e oferecem uma velocidade melhor, mas o alcance de seu sinal é menor.

Para você saber como configurar uma rede Wi-Fi 5 GHz, acesse este tutorial do Olhar Digital.

Escolhendo o roteador certo para você

Se as dicas acima não deixaram o seu sinal Wi-Fi ainda da forma desejada e você está considerando trocar o seu roteador, é importante fazer a escolha de um modelo que, é claro, atenda suas necessidades.

Utilizando um roteador Mesh

Outra alternativa interessante para quem possui uma casa grande ou precisa ter uma ampla cobertura de sinal acaba sendo fazer o uso de um roteador Mesh. Explicando de forma bem simples, você posiciona este dispositivo em diversas partes de sua casa para que ele “replique” a rede Wi-Fi pelos ambientes.

Utilizando outros repetidores de sinal

Apesar da tecnologia Mesh ser mais recente e recomendada para ambientes grandes, é claro, existem outras soluções, que podem lhe ajudar a ter um bom sinal. Um exemplo, acaba sendo para os repetidores de sinal Wi-Fi e o Powerline, que também estendem o sinal Wi-Fi. O último, inclusive, faz uso da rede elétrica para isso e é uma boa opção para quem não quer muitos cabos espalhados pela casa.

Já quem tem algum roteador mais antigo sobrando também pode fazê-lo funcionar no modo Bridge para aumentar o sinal de seu Wi-Fi.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/dicas_e_tutoriais/noticia/8-dicas-para-voce-melhorar-o-sinal-de-sua-rede-wi-fi/98325