Sensor detecta quando a fralda do bebê está suja

Pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) desenvolveram um pequeno sensor de identificação por radiofrequência (RFID) que pode detectar a umidade da fralda de um bebê, sinalizar um receptor próximo e enviar um alerta para os responsáveis pela criança. Segundo os criadores da novidade, a fabricação da tecnologia custa menos de oito centavos, tornando-o adequado para ser utilizado mesmo em fraldas descartáveis sem ter grande impacto no preço.

A tecnologia é uma espécie de adesivo que pode ser incorporado no hidrogel encontrado em fraldas descartáveis. Quando molhado, o composto se expande e aciona o adesivo que envia um sinal para um leitor RFID dentro de um raio de até um metro – tudo sem baterias.

O receptor, quando conectado à rede Wi-Fi da casa, pode ser colocado ao lado do berço para enviar alertas para os pais ou cuidadores da criança. Como uma alternativa, é possível inclusive configurar um pequeno leitor portátil em um chaveiro para alertar sobre a fralda suja.

Com o tempo, as fraldas inteligentes podem ajudar a registrar e identificar certos problemas de saúde, como sinais de constipação ou incontinência. O novo sensor pode ser especialmente útil para enfermeiras que trabalham em unidades neonatais e cuidam de vários bebês ao mesmo tempo.

A Pampers vende uma solução semelhante, chamada de Lumi. No entanto, o dispositivo é caro e foi pensado como um sensor Bluetooth removível e volumoso, que requer carregamento e limpeza.

A solução do MIT parece ser a mais barata e funcional até agora. Ainda não há uma data exata para chegar ao mercado, mas deve apresentar um alívio para pais de primeira viagem que ficam checando as fraldas dos filhos a todo instante.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/sensor-detecta-quando-a-fralda-do-bebe-esta-suja/96816

Deixe seu comentário