Apple se une a aliança dedicada a reduzir a dependência de senhas

A aliança FIDO (Fast Identity Online), uma organização cuja missão é desenvolver e promover padrões de autenticação para reduzir a dependência mundial de senhas, ganhou um novo membro de peso na indústria: a Apple.

A companhia da maçã se junta a Amazon, Facebook, Microsoft, Samsung, Qualcomm e muitos outros, pela ampliação do uso de métodos de identificação e acesso seguro para usuários, empresas e objetos conectados.

O padrão FIDO foi aprovado pela World Wide Web Consortium (W3C) em março do ano passado, engloba uma série de tecnologias de autenticação, que, em geral, eram associadas a dispositivos USB ou dongles bluetooth. Smartphones com o sistema podem funcionar como uma chave de segurança. Eles liberam o usuário de decorar códigos e esse pode ser o primeiro passo para vivermos em um mundo sem senhas — e sem seus inconvenientes e suas vulnerabilidades.

Apesar de só agora ter se tornado membro da aliança, a Apple vem trabalhando para eliminar senhas há algum tempo. Por exemplo, seu uso de tecnologia biométrica, como Touch ID e Face ID, substitui os códigos de acesso tradicionais. A Apple recentemente adicionou suporte para chaves de segurança compatíveis com FIDO2, como YubiKey, no Safari com a atualização do iOS 13.3.

A ideia é que o FIDO substitua completamente as senhas no futuro. Então, por exemplo, se você está já conectado ao celular, todos os demais dispositivos conectados a esse ecossistema podem receber essa informação e usá-la para autenticá-lo — pode ser seu computador, seu carro e até a fechadura biométrica da porta da sua casa.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/apple-se-une-a-alianca-dedicada-a-reduzir-a-dependencia-de-senhas/96642

Deixe seu comentário