Agência americana usa ondas cerebrais de gamers para treinar robôs

Uma equipe de pesquisadores de inteligência artificial, da Universidade de Buffalo, planeja estudar as ondas cerebrais e movimentos oculares de pessoas enquanto jogam videogame. O grupo está usando as informações para criar uma IA avançada para coordenar as ações de frotas de robôs militares autônomos.

A Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA) dos EUA concedeu à equipe US$ 316 mil, cerca de R$ 1,365 milhões, para o estudo. O grupo ainda precisa coletar os dados dos jogadores, mas esse processo não deve demorar. Os pesquisadores já desenvolveram um jogo de estratégia em tempo real para o estudo, com cada rodada levando entre cinco e dez minutos para ser concluída.

Reprodução

(Pesquisadores na Universidade de Buffalo – Foto: Digital Trends)

Por fim, os pesquisadores esperam ter uma IA que possa orientar as ações de grupos de 250 robôs, dando a capacidade de navegar autonomamente em ambientes imprevisíveis. “Os seres humanos podem apresentar estratégias muito únicas que uma IA pode nunca aprender”, afirmou a pesquisadora Souma Chowdhury.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/agencia-americana-usa-ondas-cerebrais-de-gamers-para-treinar-robos/96543

Deixe seu comentário