Nike aposta em tênis tecnológico para evitar lesões durante corridas

A Nike acaba de anunciar seu novo tênis de corrida, o Nike React Infinity Run. A empresa aposta em algumas tecnologias para prevenir e reduzir lesões durante a prática do esporte.

Por mais que as lesões não sejam totalmente inevitáveis, a Nike deu um passo em direção a esse objetivo, utilizando ciência e muita pesquisa. A fabricante passou por um longo processo até chegar ao lançamento desta semana.

No ano de 2017, a empresa lançou o Zoom Vaporfly 4%, um calçado projetado para privilegiar a economia de energia durante uma corrida. No mesmo ano, a marca produziu sua espuma de amortecimento exclusiva, chamada Nike React. O produto traz amortecimento revolucionário e devolve impulso para o corredor.

Reprodução

Agora, o novo tênis mescla às duas tecnologias. O Nike React Infinity Run proporciona uma mistura de eficiência e amortecimento biomecânico. Com uma geometria similar com a de uma cadeira de balanço, e a espuma React servindo como “mola” propulsora, o tênis gera uma leve inclinação para a frente, criando um efeito de impulsão natural.

A Fundação para Pesquisa em Medicina Esportiva da Columbia Britânica (BCSMRF, na sigla em inglês) realizou um estudo para determinar o impacto do Nike React Infinity Run. Na pesquisa, 226 corredores usaram o novo tênis da Nike e um modelo tradicional de controle de movimento, o Nike Structure 22. Atletas que correram com o novo calçado da empresa tiveram uma taxa de lesões 52% mais baixa em comparação com o outro tênis.

Reprodução

Mas não são todos que gostam da novidade. Os constantes avanços tecnológicos nos tênis de corrida estão gerando polêmica nas competições de elite. Isso acontece porque tecnologias como a do Vaporfly 4%, que combina espuma e um invólucro em fibra de carbono para transmitir 4% do impacto de uma passada para a outra, podem fazer com que atletas de alto rendimento fiquem até 5% mais rápidos em suas corridas.

No ano passado, 31 dos 36 pódios masculinos e femininos nas seis maiores maratonas do mundo foram conquistados por corredores usando Vaporflys. A tecnologia desses tênis logo foi contestada pela organização que cuida do Mundial de Atletismo, que deve considerar novas regras que podem desqualificar o Vaporfly das principais competições, com alegações de que ele oferece uma vantagem a mais para os corredores.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/nike-aposta-em-tenis-tecnologico-para-evitar-lesoes-durante-corridas/95602

Deixe seu comentário