Europa quer padronizar portas de carregamento

Com o objetivo de aumentar a conveniência para o consumidor e reduzir o desperdício, os legisladores europeus começaram um debate sobre se todos os smartphones, tablets e outros dispositivos portáteis devem ter uma porta de carregamento padronizada, como o USB-C.

Durante a última década, a União Europeia tem “encorajado” a indústria a desenvolver carregadores comuns a todos, mas essa abordagem sutil foi considerada um fracasso. Em um informe publicado no site do Parlamento Europeu, a Comissão observou que não alcançou os resultados desejados.

As portas de carregamento propostas pela Comissão para dispositivos portáteis incluem Micro-USB, USB-C e o conector Lightning, da Apple.

Quase um ano atrás, a Apple disse que esse tipo de regulamento que forçam todos os dispositivos a terem a mesma porta “congelaria a inovação”, “seriam ruins para o meio ambiente” e “desnecessariamente perturbariam os clientes”.

Reprodução

As pressões da UE por essa padronização começaram quando a Apple ainda usava o Dock Connector de 30 pinos. Embora tenha sido uma das 14 empresas que assinaram um “memorando de entendimento voluntário” em 2009 para padronizar o Micro-USB, em vez disso, mudou-se para o próprio conector Lightning em 2012, oferecendo um adaptador USB como “solução”.

Agora, pelo menos alguns membros do Parlamento Europeu pedem “medidas vinculativas” que forçam todos os dispositivos vendidos na UE a suportar os mesmos carregadores, independentemente do fabricante. Além de celulares, isso incluiria tablets, leitores de livros eletrônicos, câmeras, dispositivos portáteis de GPS e brinquedos controlados por rádio.

No entanto, o surgimento do USB-C em 2009 complicou as coisas, por ser um novo padrão USB que ainda não foi totalmente adotado. Embora os reguladores analisem todas as opções, se optarem por exigir um padrão, este será o USB-C, o que forçaria muitas empresas a migrarem também do Micro-USB.

Reprodução

A Apple, por sua vez, luta para manter sua porta Lightning. Em um comunicado, a empresa alega que mais de um bilhão de dispositivos com esse conector foram enviados nos últimos sete anos, além de “um ecossistema inteiro de fabricantes de acessórios e dispositivos que usam o Lightning para atender nossos clientes coletivos”. Forçar uma mudança nos conectores tornariam “obsoletos os dispositivos e acessórios usados por muitos milhões de europeus. Isso resultaria em um volume sem precedentes de lixo eletrônico”, afirma a Apple.

Uma votação sobre o assunto será realizada em uma próxima sessão do parlamento. Embora alguns membros desejem que a política seja regulamentada, ainda existe a possibilidade de que ela seja implementada com uma abordagem voluntária, que poderia simplesmente ser ignorada, tal qual foi anteriormente.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/europa-quer-padronizar-portas-de-carregamento-apple-contesta/95306

Deixe seu comentário