Fairphone apresenta celular feito com materiais sustentáveis e éticos

Fairphone 3 é feito com materiais de regiões livres de conflitos com foco em reparabilidade e capacidade de reciclagem.

Três anos após o lançamento de seu último martphone, a Fairphone anunciou o Fairphone 3, sua mais recente tentativa de um smartphone sustentável. O novo aparelho pretende cumprir a promessa de ser fácil de reparar e fabricado com materiais de origem responsável, livres de conflitos e reciclados. A companhia está apostando em um mundo com telefones reparáveis e duradouros, fazendo com que reduza significantemente as emissões de CO2.

Segundo a empresa, o modelo da terceira geração é fácil de reparar devido à sua construção em sete módulos. A abordagem é semelhante à usada em seu smartphone anterior, o Fairphone 2, de 2016, que obteve uma pontuação de reparabilidade de 10/10 no iFixit, empresa que tradicionalmente faz desmontagens de celulares e outros eletrônicos. No entanto, a companhia lutou para oferecer reparos a longo prazo para seus produtos passados. Em 2017 decidiram interromper o suporte ao Fairphone 1, de 2013, após considerar que não podiam mais se dar ao luxo de continuar produzindo peças de reposição.

Neste terceiro aparelho, a Fairphone buscou usar os materiais mais éticos possíveis. O estanho e o tungstênio usados em construção são livres de conflitos, o ouro é Fairtrade e o cobre e os plásticos são reciclados. A empresa também está melhorando o fornecimento de cobalto, um ingrediente das baterias de íons de lítio, que normalmente são extraídas sob condições que violam os direitos humanos. Ela também está trabalhando para melhorar a saúde, a segurança e o pagamento dos funcionários da fábrica.

Devido ao foco na fabricação de um smartphone mais sustentável do que de alta tecnologia, o Fairphone 3 não chega ao mercado com tanta competitividade como outros carros-chefe que vimos esse ano. Ele possui uma tela Full HD, de 5,7 polegadas, uma câmera traseira de 12 megapixels e uma câmera frontal de 8 megapixels. O telefone é construído em torno de um processador Snapdragon 632 e possui 4 GB de RAM e 64 GB de armazenamento. A bateria de 3.000 mAh é removível, permitindo que você a substitua assim que a capacidade começar a diminuir.

O Fairphone 3 estará disponível nas lojas a partir de 3 de setembro pelo preço sugerido de 450 euros. A empresa ainda afirmou que clientes que compraram e reciclaram produtos anteriores serão recompensados na compra do modelo novo em alguns países

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/fairphone-apresenta-celular-feito-com-materiais-sustentaveis-e-eticos/89668

Deixe seu comentário