Novo processador da AMD impressiona pela configuração

O Ryzen 9 3950X possui 16 núcleos e uma arquitetura baseada em 7nm.

Durante o evento Next Horizon Gaming da AMD, a empresa apresentou sua nova leva de peças de hardware que, no papel, parece ser capaz de se tornar os hardwares mais poderosos que temos no mercado. Eles anunciaram sua terceira geração de processadores Ryzen e um deles parece bem impressionante.

O grande destaque ficou para o processador Ryzen 9 3950X, que traz 16 núcleos, e custa US$750 (aproximadamente R$2893). Além do generoso número de cores, o processador possui um clock de 3.5GHz, um cache de 72MB e um TDP (Projeto de Força Térmica) de 105W, considerado algo inédito no mercado.

O grande destaque desse processador é sua arquitetura baseada em 7nm e que conta com soquetes tamanho padrão, que se encaixam na maioria das placas mãe AM4 disponíveis no mercado. De acordo a AMD, esses 7nm não são apenas mais econômicos e eficientes, mas mais rápidos nas tarefas por conta de seus núcleos adicionais e apresentam melhor desemprenho em jogos.

A AMD disse também que planeja continuar oferecendo compatibilidade de entrada de placas de vídeo até 2020. Essa resolução da empresa é para evitar que os consumidores comprem uma nova placa juntamente das peças usadas para a atualização de sua CPU. “Será preciso um grande ponto de inflexão na tecnologia para sairmos do soquete AM4”, diz David McAfee, da AMD, acrescentando que, provavelmente, será necessária uma grande mudança na arquitetura da placa mãe antes da AMD se preocupar em atualizar sua conexão.

Um dos focos desse equipamento está voltado para os streamers. O processador permite que esses criadores de conteúdo consigam transmitir em alta qualidade, sem perda de desempenho ou a queda de quadros que geralmente acontece durante essas transmissões.

A AMD está bastante confiante de que vai conseguir adquirir uma parte do mercado que a arquirrival Intel, outra fabricante de processadores, não consegue alcançar, já que eles mal conseguem chegar a processadores de 10nm. Travis Kirsch, da AMD, afirmou: “não acho que há alguma razão para as pessoas comprarem processadores da Intel após fazermos isso”. Em sua fala, ele se refere ao que os novos processadores podem oferecer em relação ao seu concorrente.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/novo-processador-da-amd-impressiona-pela-configuracao/86750

Deixe seu comentário