2019 será o melhor ano para comprar smartphones no Brasil

Com a entrada de mais fabricantes no mercado, em especial de Xiaomi e Huawei, a concorrência vai aumentar e os preços dos celulares deve diminuir.

O mercado brasileiro de smartphones é o quarto maior do mundo. No entanto, até agora, apenas duas fabricantes respondem por 67% da participação de mercado. A partir do final deste mês, as coisas poderão mudar, pois a maior fabricante de smartphones da China retornará ao país. Considerando que a Xiaomi, mesmo que lentamente, também está voltando ao varejo nacional, 2019 tem tudo para ser um ótimo ano para comprar smartphones no Brasil.

Não é segredo que a Samsung (42,81%) e a Motorola (23,99%) dominam a venda de celulares no país, seguidas pela Apple (13,72%) e pela LG (8,51%). Também não é segredo que é muito difícil competir no mercado contra essas gigantes da tecnologia – muito por mérito delas, que souberam entender o perfil do público brasileiro, oferecendo aparelhos para diversos perfis. Porém, com a entrada de mais fabricantes, em especial, duas grandes competidoras internacionais, a concorrência vai aumentar e os preços dos celulares diminuir.

De acordo com o último levantamento realizado pelo canal Zoom, apesar da Samsung e da Motorola continuarem dominando, as buscas pelas marcas Xiaomi e Huawei aumentaram, respectivamente, 254% e 195%. Este é um sinal claro de que os brasileiros estão abertos a novidades. Mais do que isso, a estratégia de vendas da Huawei neste primeiro momento deve ser bastante agressiva em relação ao valor cobrado pelos aparelhos, visto que a marca não é tão conhecida no país.

Levando isso em consideração, e o fato de que a empresa desembarca aqui com dois modelos do seu novo topo de linha, os Huawei P30 Pro e Huawei P30 Lite, até o final do ano, podemos esperar por um melhor equilíbrio entre as grandes jogadoras do mercado.

Reprodução

(Huawei P30)

No último ano, as vendas da Apple estagnaram, e a Sony entregou a toalhae só falta anunciar oficialmente que não comercializa mais smartphones no Brasil. Se acompanharmos o desenvolvimento da LG mês após mês, percebemos uma queda considerável em participação, para ser mais exata, 2% de fevereiro para março, de acordo com o site de análise e estatística Statcounter. A Asus manteve estável e a Xiaomi, que anunciou uma parceria com a DL Eletrônicos, cresceu.

O mercado de aparelhos intermediários e de baixo custo também está movimentado. Além das tradicionais Asus, LG, Motorola e Samsung, temos a BLU, a Positivo, a SEMP TCL e a Multilaser buscando espaço.

Além disso, com a entrada da Huawei e da Xiaomi, marcas como a Nokia e até mesmo a OPPO poderiam cogitar a comercialização dos seus aparelhos no varejo nacional, pois teríamos uma variedade maior de fabricantes no mercado. Contudo, penso apenas naquilo que já está aqui, com o aumento de opções, empresas como Samsung e Motorola também devem optar por tornar seus aparelhos mais acessíveis.

Dois modelos da Xiaomi já estão disponíveis para a compra, o Redmi Note 6 Pro e o Pocophone F1, e não é segredo que a fabricante fará um anúncio para o mercado brasileiro em breve. No dia 30 de abril, a Huawei vai anunciar dois novos smartphones, quando saberemos o preço praticados pela empresa por aqui. A Asus vai anunciar o novo Zenfone 6 em maio e ainda temos todos os anúncios do segundo semestre do ano. Olhando para este cenário, é razoável dizer que 2019 será o melhor ano para comprar smartphones no Brasil.

 

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/analise-2019-sera-o-melhor-ano-para-comprar-smartphones-no-brasil/84919

Deixe seu comentário