Google quer simplificar o desenvolvimento de apps para Android e iOS

Em um evento transmitido para o mundo via YouTube, o Google lançou ontem a primeira versão estável do Flutter 1.0. Deixando a parte técnica de lado, o Flutter é um software que permite aos desenvolvedores compartilhem uma única base de código para criar aplicativos tanto para o Android quanto para o iOS. Com o suporte da Apple, esse framework híbrido deve cortar tempo de desenvolvimento, custos e redundâncias dos aplicativos que usamos nos nossos smartphones.

Em essência, o Flutter pode terminar com os ajustes que geralmente afetam os aplicativos multiplataforma. A principal mudança é referente à velocidade dos apps. Em geral, os aplicativos multiplataforma costumam ser lentos porque são executados por meio de um interpretador de código (geralmente JavaScript), em vez de apenas serem compilados com código ARM nativo. Outro grande problema é que esses aplicativos não costumam parecer nativos porque usam botões, widgets ou outras coisas diferentes.

Com o Flutter, o Google criou alguns recursos inteligentes para evitar esses problemas e acelerar o processo de criação dos serviços para os programadores.

A primeira característica e, talvez, a mais importante, é que o Flutter compila para código nativo. A segunda é que os aplicativos que você cria podem parecer e agir como qualquer outro aplicativo nativo. Porém, isso necessariamente não significa que um aplicativo no Android tenha que ser idêntico no iOS.

Isso é possível, porque o Flutter é baseado na linguagem Dart, do Google, similar ao JavaScript e ao Java. Com isso, o Flutter permite integrar as APIs do iOS e do Android de forma individual, garantindo assim compatibilidade gráfica e de recursos, mas mantendo as particularidades do Android e do iOS.

Por fim, o Flutter é uma tentativa de tornar o desenvolvimento de aplicativos multiplataforma menos dispendioso, mas o processo de adesão está apenas começando. Outra possibilidade levantada pela comunidade é que com o Flutter, a Google esteja começando a introduzir o seu suposto sistema operacional Fuchsia, que deverá substituir o Android no futuro.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/google-quer-simplificar-o-desenvolvimento-de-apps-para-android-e-ios/80376

Deixe seu comentário