13 dicas para compra do primeiro carro

Está pensando em comprar seu primeiro carro? Eu sei bem o que é isso: uma mistura de alegria com preocupação. Afinal, uma compra malfeita pode estragar todo o encanto. Então, seguem 13 dicas para fugir de “roubadas”.

1) Começar com um carro pequeno e com direção hidráulica é bem legal: ele responde melhor aos seus comandos, é econômico e é mais fácil de estacionar.

2) Baixa quilometragem é mais importante do que rodas bonitas, som ou a sua cor preferida. Eu sei que, para muitos, o carro é como uma roupa, mas, vai por mim, o primeiro carro NÃO deve ter mais de 100 mil km rodados. Carros com quilometragem muito alta exigem ter dinheiro guardado para imprevistos com manutenção.

Quilometragens acima de 100 mil km exigem dinheiro para imprevistos  — Foto: Denis Marum

(Quilometragens acima de 100 mil km exigem dinheiro para imprevistos)

3) Não se empolgue com o brilho da lataria. Você já ouviu aquela história de que “quem vê cara não vê coração”, não é? Pois todo mundo que se propõe a vender um carro lava e manda polir…

4) Se o seu dinheiro está contado, é bom saber o histórico de manutenção desse carro. É muito importante verificar os carimbos das revisões no manual do proprietário ou checar notas fiscais de serviços executados.

Pagar alguém para avaliar costuma ser mais barato — Foto: Denis Marum

(Pagar alguém para avaliar costuma ser mais barato)

5) Compare o brilho da pintura do capô com o das laterais. Se o capô estiver opaco, esse carro pode ter batido de frente.

6) Sabe aquele rolê que todo mundo dá em volta do carro? Então, verifique se os pneus se estão carecas, com bolhas ou desgaste irregular na banda de rodagem.

7) Se o carro estiver frio, abra o capô do motor e puxe a vareta de óleo. Ela tem duas marcas: o óleo não pode estar abaixo da última.

8) Olhe a saída do escapamento: não pode ter respingo de óleo. Consumo de óleo significa desgaste interno excessivo no motor.

Pneus: você pode verificar se terá despesa de cara — Foto: Denis Marum

(Pneus: você pode verificar se terá despesa de cara)

9) Com o carro parado e em funcionamento, verifique no painel se alguma lâmpada fica acesa. Com exceção da luz do freio de mão, essas luzes podem indicar problemas graves.

10) Documentação é muito importante: antes de pagar o carro, pegue o número do Renavan, consulte na internet ou solicite que seu despachante verifique se esse carro não está alienado a algum banco ou instituição financeira, se é recuperado de leilão, se possui multas em atraso e se o IPVA está em dia.

11) Não entre no mundo automotivo querendo realizar seu grande sonho de consumo, comprando um carro usado em 48 vezes. Vá devagar: comece administrando bem as despesas e tenha sempre uma reserva financeira para imprevistos.

Luzes de anomalias no painel são preocupantes, por mais que o vendedor diga o contrário. — Foto: Denis Marum

(Luzes de anomalias no painel são preocupantes, por mais que o vendedor diga o contrário)

12) Se você não se sentir confortável para fazer a escolha, contrate alguém para ajudar: será um dinheiro bem empregado.

13) A última dica é para refletir e carregar no bolso: “É melhor pagar mais caro por algo que, lá na frente, você consiga vender”.

Fonte: https://g1.globo.com/carros/blog/denis-marum/post/2018/12/19/13-dicas-para-compra-do-primeiro-carro.ghtml

Deixe seu comentário