Netflix se prepara para bater de frente com Disney, Pixar e DreamWorks em séries e filmes animados

A Netflix anunciou um plano de quatro anos para suas próximas séries de animação, para competir com gigantes do setor como Disney, Pixar e DreamWorks. Como o tempo de espera em projetos animados é muito longo, a maioria dos grandes estúdios divulga seus planos de lançamento com bela antecedência. Agora, o popular serviço de streaming está seguindo o exemplo. E os planos envolvem animadores, diretores e produtores executivos pesos-pesados,  que já trabalharam em sucessos como Divertidamente, Encontrando Dory e Moana.

“A programação é projetada para atender desde crianças em idade pré-escolar até para pais e filhos assistirem juntos, para que famílias em todos os lugares possam encontrar algo que se adapte ao seu DNA único”, diz o comunicado da Netflix.

Dadas as estatísticas do comunicado de imprensa – ela diz que 60% de todos os usuários do Netflix assistem a algum tipo de conteúdo voltado para a família todo mês – há um foco maior em fazer com que esse conteúdo fique alinhado às metas de conteúdo originais da Netflix.

E a lista de animações é grande

Para 2019 está previsto a animação  Go! Go! Cory Carson, um programa de animação baseado em brinquedos para crianças na fase da pré-escola, com Alex Woo (Wall-E, Ratatouille) e Stanley Moore (Procurando Dory, Universidade Monstros) atuando como produtores executivos. Klaus, um desenho em 2D escrito por Sergio Pablos (Meu Malvado Favorito); e Mighty Little Bheem, uma série pré-escolar feita pelo indiano Rajiv Chilaka ( do desenho infantil Chhota Bheem)

Em 2020 estão programadas três produções: Kid Cosmic, produzido por Craig McCracken (As Meninas Superpoderosas, Mansão Foster para Amigos Imaginários) onde uma criança tem o sonho de se tornar um super-herói; Trash Truck, uma série animada produzida por Glen Keane (A Pequena Sereia, Aladdin, A Bela e a Fera), em que um garoto com uma imaginação hiperativa tem um caminhão de lixo como melhor amigo; e The Willoughbys um misto de filme com animação escrito por Kris Pearn (de Está chovendo Hamburguer 2), onde crianças abandonadas precisam se adaptar ao mundo moderno.

Para 2021 serão lançados Maya and the Three, uma série animada sobre uma princesa guerreira, onde Jeff Ranjo (de Moana) é o cabeça da produção; My Father’s Dragon, filme animado em 2D escrito por Meg LeFauve (Divertidamente) em que um jovem tenta encontrar uma besta mítica; e Pinóquio, em que o clássico personagem volta em uma animação dirigida pelo renomado Guillermo del Toro (Hellboy, O Labirinto de Fauno, A forma da Água).

E para 2022 foi anunciado Jacob and the Sea Beast, um filme feito em computação gráfica e escrito por Chris Williams (Moana, Big Hero 6, Bolt).

A Netflix também anunciou recentemente que lançará alguns filmes nos cinemas antes de enviar para o serviço de streaming, numa tentativa aberta de legitimar seus lançamentos para concorrer a prêmios da indústria do cinema.

Não há dúvidas de que a Netflix está adotando práticas da indústria cinematográfica em uma tentativa crescente de se reorientar como um conglomerado de entretenimento que deseja competir com os estúdios mais famosos de Hollywood.

 

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/netflix-se-prepara-para-bater-de-frente-com-disney-pixar-e-dreamworks-em-series-e-filmes-animados/79702

Deixe seu comentário