Cartões de crédito deverão calcular dólar no dia da compra a partir de 2020

O Banco Central deu uma boa notícia para quem costuma comprar eletrônicos de fora do Brasil ou games em moeda estrangeira. A partir de 2020, todos os cartões de crédito emitidos no país deverão calcular o valor do dólar com base na cotação do dia em que a compra foi feita.

Atualmente, a maioria dos cartões calcula o preço do dólar com base na data de vencimento. Se você comprar um smartphone num dia e o dólar inesperadamente subir de valor até a chegada da fatura, você terá de pagar bem mais do que havia previsto, por exemplo.

Desde 2016, o BC permite que instituições financeiras cobrem o dólar pelo dia da compra, mas são poucas as empresas que fazem isso – o Nubank é uma delas. A partir de 2020, esse tipo de cobrança será obrigatório, facilitando a vida de quem faz compras internacionais.

No entanto, Ilan Goldfajn, presidente do BC, explicou que o cliente poderá optar por pagar pela cotação do dólar no dia do vencimento se assim desejar. Mas esta opção deverá ser aceita “expressamente” pelo cliente, e não pode vir como padrão.

Além disso, a partir de 2020, toda fatura de compra feita com cartão internacional deverá exibir a data e valor de cada gasto em moeda estrangeira, o valor equivalente em dólar dos EUA na data de cada compra, a taxa de câmbio do dólar no mesmo dia e o valor em reais a ser pago pelo cliente.

O BC também informou que está preparando uma espécie de ranking com os bancos que cobram mais caro pelo dólar. Cada instituição deverá ter um histórico publicamente acessível de taxas de conversão, segundo a circular 3.918 do Banco Central, que só entra em vigor em 1 de março de 2020.

A nova regra vai valer para todos os cartões de crédito internacionais emitidos no Brasil, incluindo os que estão em circulação hoje.

 

 

 

Fonte: https://olhardigital.com.br/noticia/cartoes-de-credito-deverao-calcular-dolar-no-dia-da-compra-a-partir-de-2020/80209

Deixe seu comentário